Você está aqui ->
Home > Na Quadra e no Campo > Futebol > E.C. Vitória > Mancini é um gênio incompreendido (De novo!)

Mancini é um gênio incompreendido (De novo!)

“A burrice me encanta! A burrice é ato de gênio incompreendido” Rubens r. a. Sousa”.

 

A partida de ontem foi um marco para a temporada do Vitória. Se havia algum torcedor com esperanças de que o time apresentaria melhora nas competições que disputa, ontem elas foram por água abaixo nas duas falhas bizarras de Caíque. É obvio que os erros do goleiro foram decisivos, mas é tão óbvio quanto que Mancini, MAIS UMA VEZ, escalou o time errado e pior, jogar defensivamente contra o Sampaio Correa negão? Isto não existe!

Esta rodada do nordestão começou toda errada para o Vitória. Em primeiro lugar o péssimo Denilson (que é esforçado, mas isto é elogio para ajudante de pedreiro), resolveu não se apresentar por conta de uma decisão “própria e unilateral”. A presença dele em campo dificilmente mudaria algo e a comissão técnica deve, no mínimo, recindir o contrato deste semi-jogador visando a enxugar a folha salarial.

Mancini, com o grande e variável elenco que possui, decidiu de forma inexplicável levar um time misto(o caô dito na coletiva de que por “determinação médica” ele não escalou os atletas foi tosca). Todos sabem que a única chance de produzirmos algo no ataque é tendo Neiltom em campo e o gênio decide não por o cara. Wilian Farias que ainda está fora de forma e precisa adquirir ritmo de jogo ele decidiu sacar, Jeferson que contra o Vasco foi posto improvisado na lateral esquerda também foi sacado . Em seu lugar a avenida Botelho foi erguida em nossa ala. A verdade é que 3×0 foi pouco!

O jogo de volta o Vitória precisa vencer por 4×0, o que em termos gerais é possível. O grande problema é que a muito tempo que o Vitória não sabe o que é vencer goleando e mais, sem tomar nenhum gol. O caos político voltou a reinar no clube o que é algo absurdo do ponto de vista da atual administração e a proposta de democratização dos processos eletivos do clube. Todo torcedor sabe que este seria um ano muito pior do que os três últimos, porém agir deste jeito é torpe e claramente ma decisão politiqueira.

Nosso técnico não será demitido por uma única razão… Quem aceitará treinar este semi-time além dele? Ele é teimoso e certamente a diretoria tem planos para que continue sendo o técnico na segunda divisão do ano que vem, por que embora seja muito cedo, se ele seguir nesta toada de teimosia e de promover mudanças somente quando eliminado de uma competição não nos restará outro destino se não este.

O jogo contra o Ceará, o que será?

A leitura que Mancini fez foi equivocada. Pelo modo como se comportou o time frente ao Sampaio Correa, eu concluo que ele pensou: “Vou por o time misto, por que o Sampaio Correa é franco, jogando em casa terá de propor o jogo e vou explorar os contra-ataques”. Nós vimos que não funcionou e a principal razão dele ter imaginado este cenário é a partida contra o Ceará, que também está na zona de rebaixamento e é muito mais time que a gente… o que não precisa muito esforço. Dito isto a única postura é torcer, mas ta Fo%&$

Emerson Leandro
Emerson Leandro Silva, torcedor do Vitória, escritor, Micro-empresário, fotógrafo, webwriter, designer e atleta aos fim de semana.
http://esportebaiano.com

Deixe uma resposta

catorze − 7 =

Top