Você está aqui ->
Home > Na Quadra e no Campo > Futebol > E.C. Bahia > O Maior do Nordestão! Bahia 2×0 Fortaleza

O Maior do Nordestão! Bahia 2×0 Fortaleza

Fala, Nação Tricolor! Primeiramente queria mandar um abraço pro meu amigo David Carnaúba, aniversariando hoje e ganhou um presentaço do Bahia. Triunfo, classificação e liderança com a melhor campanha da Copa do Nordeste.

Bahia e Fortaleza está longe de ser o clássico do passado. Os cearenses caíram muito de produção nos últimos anos. Desceu até o inferno da série d e vem se reestruturando. Já totalmente sem chances de classificação, os caras mandaram o time reserva pra cumprir tabela e deixar o titular pra competição estadual deles. Mas os meninos do Fortaleza queriam mostrar serviço.
Os caras começaram numa velocidade absurda. Coisa de “menudo”, que corre muito e raciocina pouco, como diz o poeta Ruy Cerqueira. Com 10 minutos de partida o Bahia colocou a bola no chão e mostrou quem manda nessa porra.
Como sempre, o Bahia começou ajudando a produzir imagens para o dvd do goleirão adversário. O cara fez uma porrada de defesas e aproveitou uns cruzamentos errados de Mateus Reis. O gol, também como sempre, parecia apenas questão de tempo. Então vamos destacar algumas coisas. Jean foi muito bem no pouco que foi exigido. Eduardo voltou abaixo do esperado, afinal, Wellington Silva jogou bem e agora os dois disputam a vaga. Tiago, contratado por mais 3 anos, bem demais. Eder impecável e Mateus foi “marromeno”. Edson é o pitbull da meiuca, Juninho é O cara e Régis o craque. No ataque, Zé Rafael muito esforçado, Allione melhorou muito no segundo tempo e Hernane era a incógnita.

Depois da polêmica do pênalti perdido, criou-se a expectativa de como sele atuaria hoje. E o cara mostrou personalidade. Jogou bem, lutou, deu passe pra gol, tentou. Gostei dele hoje e faltou só o gol. E saiu com o Juninho. Um pombo sem asa de fora da área pra abrir o placar da Fonte Nova. 1×0.

Bahia seguia tentando ampliar, mas pecava sempre no toque final. Muito volume de jogo e posse de bola. Mas não finalizava bem. E fim de primeiro tempo.

Segunda etapa e aí o Fortaleza morreu. O pulmão dos caras foi embora e sobrou caimbra pra todo lado. O Esquadrão cresceu e comandava a partida, sem susto. Até que entrou Edigar Junio. O cara tava parado há um tempão mas entrou como se nada tivesse acontecido. Jogou muito. Brigou, driblou 3 e ainda foi premiado com um golaço. Num contra-ataque rápido, Hernane serviu de bandeja para Edigar Junio brocar pela segunda vez o goleiro do Fortaleza. E foi só. 2×0.

Destaque para a merda feita por Renato Cajá. Foi chamado para entrar em campo e disse que não iria. Quem é Cajá, na fila do pão, para se negar a jogar bola? Esse encerrou sua carreira hoje no Tricolor. E pelas palavras de Guto, “assunto interno”, já foi.

Bora Baêa Minha Porra! Melhor time da primeira fase e melhor defesa da competição. Bahia passa bem para segunda etapa e brocando. Parabéns ao Tricolor. Parabéns também a Direção do Bahia, que conseguiu reverter a cagada de MGF no caso dos CTs com a OAS. Enfim, noite pra se comemorar.

Só não vamos deixar a presepada de Cajá tomar lugar da nossa comemoração.

Axé.

Erick Cerqueira
Publicitário, pós-graduado em Gestão Esportiva, designer, blogueiro, Torcedor do Bahia e pai de Thor Cerqueira.
http://erickcerqueira.com

Deixe uma resposta

dois × três =

Top